Alterar o idioma do Blog - Change the language of the blog.

Postagens Recentes

Publicidade

sábado, 25 de abril de 2015

Data-base dos Funcionários Públicos Municipais de Tucuruí

           
Foi cancelada a reunião da data-base desta sexta-feira porque o Prefeito não estava na cidade e não se reuniu com seus Secretários para discutir o valor do reajuste. 
       
Para o SINSMUT dificilmente haverá acordo, pois o Prefeito fará de tudo para dar um reajuste abaixo da inflação, o que significa na prática uma redução de salário, o que é inaceitável além de ilegal. Desta forma a direção do SINSMUT e SINTEP trabalham hoje com a possibilidade quase certa de greve do Funcionalismo Municipal.
              
É bom lembrar que no mês passado (março), o prefeito Sancler (PPS) deu um aumento para os servidores do IPASET (aprovado pela Câmara), que chegou a 79,9%. Sancler é muito bom para dar aumento, quando o dinheiro sai dos bolsos dos funcionários da prefeitura, Leia a Matéria.
                 

GAECO - Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado

PJ - Dr. Nelson Pereira Medrado
A população do Pará e a população de Tucuruí tem uma defesa contra o crime organizado que é ignorada pela maioria da população. Esta defesa é o GAECO - Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, este órgão pode e deve ser acionado caso o cidadão se sinta prejudicado e não encontre apoio e defesa nas instituições que em alguns casos estão comprometidas, e em vez de defenderem a sociedade e o interesse público, muitas vezes defendem interesses pessoais econômicos e/ou políticos, interesses estes quase sempre escusos.
      
No Pará temos o procurador de Justiça e coordenador do Núcleo de Combate à Improbidade e Corrupção, Nelson Pereira Medrado que tem feito um excelente trabalho no combate ao crime organizado e à corrupção.
             
Todo cidadão que tiver conhecimento, provas ou indícios de crimes cometidos contra o dinheiro e o patrimônio público, deve denunciar.  Para fazer uma denúncia ao GAECO, Clique Aqui.
   
Informações sobre o GAECO
     
O que é o GAECO?
     
O GAECO é o órgão interno do Ministério Público do Estado do Pará, responsável em identificar, reprimir, combater, neutralizar e prevenir todas e quaisquer ameaças que as organizações criminosas possam representar à democracia brasileira.
              
Quem é o Coordenador do GAECO?
         
É um membro em atividade da carreira do Ministério Público (Procurador ou Promotor de Justiça) designado pelo Procurador-Geral de Justiça. É responsável pela administração e operacionalidade do GAECO e de oficiar nas representações e procedimentos investigatórios destinados a identificar, reprimir, combater, neutralizar e prevenir as ações das organizações criminosas.
        
Quando devo procurar o GAECO?
    
Toda vez que o cidadão tiver alguma reclamação, assim como denúncias para fazer sobre as organizações criminosas, deve-se dirigir ao Gaeco.
    
Como posso entrar em contato?
   
O interessado pode vir pessoalmente ao GAECO, no prédio-sede do Ministério Público do Estado, enviar correspondência via postal ou fac-símile, entrar em contato por telefone ou via e-mail, ou ainda por meio da página do Ministério Público na internet.
               

quinta-feira, 23 de abril de 2015

É praticamente certa a Greve dos Funcionários da Prefeitura

Sem acordo da Data-base onde o Prefeito afrontou e zombou dos servidores municipais tentando reduzir o salário ao oferecer um reajuste de 6,25% diante de uma inflação de 8,42% Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), ou seja, o prefeito municipal não perde uma chance de saquear e prejudicar a população de Tucuruí, principalmente os servidores municipais.
    
Na reunião da data-base entre a Prefeitura e Sindicato, não compareceu a Secretária de Finanças, de Administração e nem o Chefe de Gabinete e muito menos o Prefeito, o único que compareceu foi o Paulo de Tarso, que de gozação e com a maior cara-de-pau ofereceu 6,25% de reajuste salarial. Os representantes do SINSMUT encararam esta piada de mau gosto como uma afronta ao SINDICATO e aos Funcionários da Prefeitura e diante desta PALHAÇADA encerrou a reunião. Como uma última tentativa de negociação, os representantes do SINSMUT e da Prefeitura marcaram uma reunião para amanhã.
         
Como sempre a PMT alega que não tem dinheiro, mas como não tem dinheiro se as obras estão paradas mesmo os recursos dos convênios terem sido repassados para a PMT? Como não tem dinheiro se a Saúde Municipal paga R$ 4.000,00 para a namorada de um Diretor que ganha menos de R$ 1.000,00 por mês? Como não tem dinheiro se em março os vereadores encheram a Prefeitura de contratados e ganharam mais 20 cargos cada, para não afastarem o Prefeito? Como não tem dinheiro se o Prefeito não repassa os descontos dos servidores para a Caixa, ASERT, INSS e IPASET?
              
Só o Vereador Jairo colocou quatro contratados (só os que sabemos e temos os nomes) na Secretaria de Obras só no mês de março e o Marajá colocou dez apadrinhados no mesmo mês? E assim estes e os outros vereadores estão enchendo a PMT de apaniguados e inchando a Folha de Pagamento da PMT. Pelo que fomos informados, cada vereador conseguiu mais 20 cargos na Prefeitura só este ano em troca da conivência para com as ilegalidades do Prefeito. E depois esta turma diz que não tem dinheiro e quer reduzir os salários dos funcionários da prefeitura? A cada processo e a cada denuncia contra o prefeito os vereadores ganham cargos e vantagens na Prefeitura.
                
O SINSMUT vai tentar mais uma vez amanhã, mas sabe que dificilmente a greve será evitada diante da falta de respeito e de consideração do prefeito para com os servidores municipais. Então os funcionários da Prefeitura devem se preparar para a greve e para os protestos. O SINSMUT já tem o compromisso de várias entidades da sociedade organizada em Tucuruí para o apoio à greve e para uma série de protestos contra a impunidade e a corrupção na PMT e CMT.
        
A Contratação Ilegal se funcionários da prefeitura e a malversação do dinheiro público está prejudicando toda a população e em particular os servidores municipais, que estão sem aumento salarial e estão sofrendo perdas salarias há mais de seis anos. O Prefeito e os Vereadores seus cúmplices, precisam ser afastados da PMT e da Câmara Municipal, para que seja feita uma auditoria séria e independente nas contas da Prefeitura e da Câmara Municipal e para que sejam evitados mais prejuízos ao erário público.
      

PMT abre licitação para comprar os EPIS

                
Depois de muita luta e com a ajuda do Ministério Público, o Sindicato dos Servidores Municipais conseguiu que a PMT abrisse licitação para a compra de Equipamentos de Proteção Individual para os funcionários municipais. 
        
Apesar de ser Lei, a PMT não dava os equipamentos de Proteção, deixando os servidores expostos aos riscos de doenças e acidentes de trabalho.
   
Relação dos equipamentos a serem adquiridos pela prefeitura.
         
         

Publicidade