Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 1 de agosto de 2017

As emoções da Missa Campal de Sétimo Dia do Eterno Prefeito Jones William

            
Como todas as homenagens que o povo de Tucuruí tem prestado ao eterno Prefeito Jones William desde o dia do seu falecimento, a Missa Campal de Sétimo Dia teve momentos de grande emoção, principalmente quando a Esposa do Jones falou e agradeceu o carinho e apoio da população que está chocada e revoltada com a violência da nossa cidade e com o assassinato brutal do Prefeito Jones William.
              
Com a voz entrecortada, sofrida e aos prantos, Graciele Galvão relembrou os sonhos, o trabalho e a felicidade do Jones à frente da PMT. Jones não gostava de gabinete ele gostava do contato com o povo, ele gostava de povo e queria estar presente nas obras da Prefeitura.
                
Enquanto a Graciele falava havia um silêncio profundo na multidão, não se ouvia um murmúrio sequer, um silencio total. A maioria dos presentes homens e mulheres não contiveram as lágrimas diante do sofrimento da esposa e mãe que lamentava a morte cruel do esposo, ao mesmo tempo em que clamava por justiça, Graciele agradecia a todo o apoio recebido e as demonstrações de carinho para com o Jones, para com ela e seus quatro filhos. Quem já perdeu uma pessoa amada e um pai sabe a dor que esta família esta sentindo.
       
Não é possível voltar atrás e desfazer este terrível acontecimento, o tempo não volta e a morte, neste plano de existência é definitiva, no entanto é possível que se faça justiça, ninguém quer vingança ou a morte dos assassinos, tal sentimento além de não ser próprio de um verdadeiro cristão, também nos tornaria monstros insensíveis e ai sim a vitória do mal seria completa, o que se quer é justiça, que os assassinos respondam pelos seus atos e por todo o mal e sofrimento que causaram, estão causando e causarão, não só para a família do Prefeito, mas para com toda a cidade, e por todo o bem que o Prefeito iria fazer, mas não pode.
            
Não sei por quem devemos lamentar, se pela morte violenta e prematura do Jones, ou pelos sofrimentos que aguardam os seus carrascos, o Jones não sofre mais, agora é a vez dos seus algozes começarem a colher os frutos da sua ambição, ganancia e loucura.
               
Quem deve ser lamentado, aquele que morreu de forma cruel por tentar acertar e fazer o bem aos mais humildes procurando seguir os ensinamentos do Cristo, ou quem por amor ao dinheiro, ao poder temporário, ao conforto e aos prazeres mundanos, cometeu um crime bárbaro contra a Lei de Deus e dos homens, e comprometeu irremediavelmente o seu futuro e a sua alma?
             
Que esta tragédia nos sirva de exemplo para não subestimarmos a maldade do coração humano, e para percebermos o quanto o amor ao dinheiro pode nos levar à loucura, nos afastar de Deus, e nos igualar as feras irracionais.
             
Jones não é o único inocente a tombar diante da maldade humana, todos os dias e a todo o momento esta tragédia e esta violência se repete e sempre pelos mesmos motivos: Amor ao dinheiro, ganância, ciúme e inveja.
       
Bíblia Sagrada - 1 Timóteo 6
                 
5 - Perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.
6 - Mas é grande ganho a piedade com contentamento.
7 - Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.
8 - Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.
9 - Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.
10 - Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

11 - Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.
           
              
               
                 
               

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!